Integração de dados é arma essencial contra o coronavírus

10/08/2018

Além da testagem e do isolamento social, a integração de dados coletados sobre a pandemia de coronavírus tem sido aliada do poder público na tomada de decisões para combater o avanço da doença.

Ao reunir em um só lugar e cruzar informações, como localização de contaminados, movimentação de pessoas nas ruas, ocupação e distribuição de leitos, os gestores podem definir mais facilmente se intensificam ou relaxam medidas, por exemplo.

No entanto, a falta de preparação de União, estados e municípios para lidar com processamento e análise de dados fez com que os governos, surpreendidos com a virulência e a rapidez da proliferação do coronavírus, se organizassem em uma estratégia quase de guerra para usar dados a seu favor. A falta de cultura de integração de dados no Brasil fez com que estruturas do tipo fossem montadas já com a pandemia ocorrendo, o que dificulta o trabalho das próprias autoridades.

Dois pesquisadores ouvidos por A TARDE avaliam que, na falta de ferramentas mais avançadas, o Governo do Estado e a prefeitura de Salvador precisaram buscar parcerias com outras entidades para robustecer equalificar as informações.

11 cidades concentram quase 90% dos casos do novo coronavírus na Bahia

10/08/2018

O governador Rui Costa (PT) revelou em live realizada no final da manhã desta segunda-feira, 18, que 11 cidades concentram o maior número de casos do novo coronavírus em toda Bahia. “Nós estamos acompanhando a situação no estado. E temos quase 90% dos casos (Covid-19) concentrados em apenas 11 municípios. Eles concentram praticamente 90% de todos os casos que ocorreram até hoje no estado”, explicou o governador.

Rui Costa pontuou que o monitoramento também está sendo feito nas cidades que apresentam um crescimento acima da média estadual. “Estamos acompanhando, também, a média dos últimos cinco dias de cada cidade, de cada região, para que as medidas sejam seletivas e direcionadas para aquelas cidades que estão tendo um crescimento acima da média ou no ritmo muito acelerado”, acrescentou ele.

Rui afirmou também que assinar um novo decreto mantendo as medidas de isolamento social adotadas desde o mês de março Isso inclui a suspensão das aulas e do transporte intermunicipal em cidades onde ocorreu um aumento no número de casos do novo coronavírus.

TCM dá parecer pela reprovação das contas do prefeito de Valente

10/08/2018

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) votou parecer pela reprovação das contas do atual prefeito do município de Valente, Marcos Adriano de Oliveira Araújo (PSDB), relativas ao ano de 2018, por considerar que houve omissão do gestor na prestação de contas de eventuais repasses.

Segundo o parecer, é recomendada a aplicação de multas nos valores de R$ 1.500,00 e de R$ 21.600,00 com “recursos pessoais do Gestor”. Ele deve repor o valor de R$ 21.392,31 à conta do FUNDEB, com recursos municipais.

A reprovação das contas do prefeito aconteceu no dia 4 de fevereiro deste ano. No dia 10 de março, o prefeito Marcos Adriano entrou com um pedido de reconsideração do julgamento das contas. O processo estava na pauta de julgamentos, mas foi retirado de pauta no dia 7 de maio.

“Quando o parecer do TCM chegar à Casa colocaremos em pauta no Legislativo Municipal a votação das contas do prefeito, respeitando todos os prazos regimentais”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Valente, Cezar Rios (Solidariedade).

Data de publicação: 09 de Agosto de 2019, 16:18h

10/08/2018
Créditos: Ivan Storti/Santos FC

Nove partidas movimentam neste fim de semana a 14ª rodada do Brasileirão.

No sábado (10), tem clássico paulista que vale a liderança. Às cinco da tarde, São Paulo e Santos se enfrentam no Morumbi. O Tricolor não entra em campo desde o dia 27 julho, quando venceu o Fluminense. Uma vitória coloca o time, sexto colocado, na briga por aspirações maiores. Grande reforço para a temporada, Daniel Alves ainda não deve estrear. Já o Santos é o primeiro colocado com quatro pontos de vantagem para o Palmeiras. A equipe comandada por Jorge Sampaoli venceu as últimas sete partidas no campeonato.

No mesmo horário, o Ceará, 11º colocado, joga contra a Chapecoense, no Castelão. O time catarinense está na zona do rebaixamento e precisa da vitória a todo custo.

Às sete da noite, é a vez do Flamengo, terceiro colocado, entrar em campo. O Rubro-Negro encara o Grêmio, 13º na tabela, no Maracanã. Ainda sem Gabigol, em recuperação para a Libertadores, o técnico Jorge Jesus deve repetir a escalação da última rodada. De olho no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, o Tricolor Gaúcho deve ir a campo com um time alternativo.

Fechando o sabadão, às nove da noite, Atlético Mineiro e Fluminense tem compromisso no Independência. O Galo igualou o número de pontos do Flamengo, mas está na quarta posição por conta do número de gols marcados. Para o Flu, vencer significa se afastar da zona do rebaixamento, já que ocupa o 16º lugar na tabela.

No domingo, a emoção começa logo cedo. O Beira-Rio será palco de Internacional e Corinthians, às onze da manhã. Embalado nos mata-matas, o Colorado está em sétimo e precisa da vitória para não se descolar da luta pelo título. O Timão colou no pelotão de cima, e na quinta posição, quer engrenar de vez.

Quatro da tarde a bola rola para Palmeiras e Bahia. Sob pressão do torcedor, o Verdão quer encurtar a distância para o líder Santos, enquanto o Tricolor de Aço, em décimo lugar, chega com moral após vencer na última rodada.

No mesmo horário, o Botafogo, nono colocado, recebe o Athletico Paranaense, em oitavo, com os mesmos 19 pontos do Alvinegro.

Em crise, que acarretou a demissão de Mano Menezes, o Cruzeiro tem confronto direto na briga para fugir da zona da degola. A Raposa, em décimo oitavo lugar, vai até Santa Catarina enfrentar o lanterna Avaí.

Fechando a série de jogos do fim de semana, o Goiás, na partida que marca a volta do técnico Ney Franco, joga diante do Vasco, no Serra Dourada, às sete da noite. O Esmeraldino é o 12º na tabela, enquanto o Gigante da Colina aparece na 15ª colocação.

Clássico entre Santos e São Paulo abre 14ª rodada do Brasileirão

Na vice-liderança, Palmeiras recebe o Bahia na corrida pela liderança; Fla tenta se recuperar de derrota em duelo contra o Grêmio, no Maracanã

Data de publicação: 22 de Agosto de 2019, 10:04h

10/08/2018
Créditos: Alexandre Vidal & Marcelo Cortes / Flamengo

Quarta feira alucinante na rodada do futebol.

Pela Libertadores, Bruno Henrique garantiu a festa flamenguista no jogo de ida pelas quartas de final contra o Internacional. Com mais de 66 mil torcedores e Tite entre os espectadores, o Rubro Negro foi para cima da equipe gaúcha, que se fechou na defesa. Apesar da boa movimentação, a equipe da Gávea só conseguiu oferecer perigo ao Colorado no fim da primeira etapa.

O Fla aumentou o volume de jogo no segundo tempo com Gerson. Com mais espaços, o Rubro Negro começou a ter mais chances e, aos 29, o recém convocado para a seleção brasileira justificou o nome na lista. Bruno Henrique abriu o placar após bom passe de Gerson e levou o Marcanã ao delírio. O Inter sentiu e golpe, e pouco tempo depois, Bruno Henrique apareceu mais uma vez depois de se livrar de Victor Cuesta e decidir a partida. Final, Flamengo dois, Internacional zero. Com a vantagem, o Fla pode perder por até um gol de diferença que, ainda assim, avança para as semifinais.

A bola ainda rolou pelo campeonato Brasileiro. Em partida atrasada da 13ª rodada, o São Paulo foi até a Arena da Baixada e venceu o Athletico Paranaense por um a zero. Vitor Bueno marcou o gol que garantiu ao Tricolor Paulista a quinta vitória consecutiva. Os três pontos conquistados fizeram o São Paulo alcançar a quarta posição com 30 pontos, mesma pontuação de Palmeiras e Flamengo e dois pontos atrás do líder Santos.

Nesta quinta-feira (22), o Corinthians recebe o Fluminense pelas quartas de final da Sul-Americana, partida de ida. A bola rola no confronto brasileiro à partir das 21h30, horário de Brasília

Data de publicação: 13 de Agosto de 2019, 19:29h

10/08/2018

Esportistas com apoio do governo federal conquistaram bons resultados no Pan de Lima

Com as conquistas pan-americanas, o Brasil já têm garantidas 104 vagas para as Olimpíadas de Tóquio

Créditos: Abelardo Mendes JR. - Rede do Esporte

Os jogos Pan-Americanos terminaram e o Brasil tem motivos de sobra para se orgulhar e acreditar em um bom desempenho nas Olimpíadas de Tóquio, no ano que vem. Nos jogos de Lima, no Peru, o time brasileiro conseguiu alcançar uma marca após 56 anos, terminando a competição no segundo lugar no quadro de medalhas. Com recordes nos números de medalhas de ouro, 29 vagas olímpicas foram garantidas durante a disputa. E parte desse resultado pode ser explicado por conta dos atletas contemplados pelo Bolsa Atleta, programa federal de incentivo a atletas de alto rendimento.

Ao todo, o Brasil subiu ao pódio 171 vezes nos jogos Pan-Americanos deste ano, 55 delas para receber a medalha de ouro. Foram 41 modalidades premiadas com medalhas, sendo que 22 delas obtiveram pelo menos uma de ouro. Desse total, 80% das medalhas conquistadas durante o torneio foram de atletas que são beneficiados pelo projeto da Secretaria Especial do Esporte.

Segundo o COB, dos 485 atletas inscritos no Pan, 333 deles receberam o apoio. No pódio, 141 dos 171 atletas foram contemplados com o programa, que hoje auxilia 6.199 esportistas de diferentes modalidades, de acordo com a entidade.

Entre os esportes que garantiram vagas para as olimpíadas de Tóquio, estão tiro com arco, vela, hipismo em saltos, Concurso Completo de Equitação (CCE) e adestramento, pentatlo moderno com Iêda Guimarães, tênis com João Menezes e Hugo Calderano no tênis de mesa. O handebol feminino manteve sua tradição vencedora, venceu o Pan pela sexta vez consecutiva e foi outra modalidade que confirmou presença nos Jogos Olímpicos.

Rafaela Silva, do judô, Isaquias Queiroz, da canoagem, também se classificaram. Ana Marcela Cunha chegou aos jogos de Lima classificada para Tóquio por conta do bom desempenho no Mundial de Maratona Aquática, mas nem por isso deu moleza. Ficou com o ouro na prova de 10km e é uma das esperanças de medalha para o Brasil no ano que vem. Com as conquistas em Lima, o Brasil já têm garantidas 104 vagas para Tóquio no ano vem.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.

Data de publicação: 14 de Agosto de 2019, 09:55h

10/08/2018

COPA DO BRASIL: Grêmio e Furacão começam a decidir semifinal nesta quarta

Renato Portaluppi e Tiago Nunes fazem duelo de técnicos consagrados em seus clubes

Créditos: Lucas Uebel - Grêmio FBPA

Promessa de alta temperatura na noite desta quarta-feira (14), pela Copa do Brasil. Grêmio e Athletico Paranaense fazem o primeiro compromisso das semifinais entre as equipes em Porto Alegre.

Dono da casa, o Grêmio é o segundo time do país com o maior número de conquistas do torneio, cinco ao todo, atrás somente do Cruzeiro, que é hexa. A última vez que o Imortal levantou a taça da Copa do Brasil foi em 2016, sob o comando de Renato Portaluppi, que continua à frente da equipe. No Brasileirão a equipe gaúcha vem patinando e é apenas a 14ª colocada e na Libertadores terá que enfrentar o Palmeiras pelas quartas de final.

Para o confronto, o técnico gremista deve contar com força máxima para o duelo.

Do outro lado, o Athletico Paranaense vem motivado em busca da conquista inédita da competição. Em 2013, o Furacão fez a sua melhor campanha, mas acabou com o vice depois de perder a final para o Flamengo, time que eliminou nas quartas de final da edição deste ano. Sob o comando de Tiago Nunes, a equipe paranaense já faturou dois estaduais e uma Copa Sul-Americana, considerado por muitos o título de maior expressão da história da equipe.

O time já deu adeus à Liberta e agora está na 11ª posição no Brasileirão. O Furacão também deve contar com sua equipe completa para o compromisso desta noite.

A bola rola para Grêmio e Athletico Paranaense a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.

Data de publicação: 14 de Agosto de 2019, 12:45h

10/08/2018

Time de MG contrata goleiro Bruno, em liberdade há quase um mês

Informação foi confirmada pelo técnico do Poços de Caldas. Clube disputará a 3ª divisão do campeonato mineiro em 2020

Foto: Reprodução Twitter

O goleiro Bruno, que cumpre pena por homicídio em regime semiaberto, será o novo reforço do Poços de Caldas Futebol Clube. A contratação do apenado de 34 anos foi confirmada pelo presidente da equipe, Paulo César da Silva, em entrevista à imprensa, nesta terça-feira (14). O time contará com o ex-jogador do Flamengo para a disputa da 3ª divisão do campeonato mineiro no segundo semestre do ano que vem.

Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses de prisão pelo assassinato e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samúdio. Ele também cumpre pena por cometer o crime de cárcere privado do filho que teve com a vítima. Os crimes foram cometidos em junho de 2010, quando Bruno era atleta do Flamengo.

A princípio, o jogador continuaria morando em Varginha, onde fixou residência após sair da prisão, e iria para Poços de Caldas somente para treinos. Para se mudar para o município sede do novo clube, Bruno precisaria de uma permissão da Justiça, já que cumpre regime semiaberto domiciliar.

Em 2017, o goleiro chegou a ser solto por uma liminar do Superior Tribunal Federal (STF) e voltou a jogar futebol, pelo Boa Esporte, mas depois teve a medida revogada e um pedido de habeas corpus negado. Em 27 de abril do mesmo ano, Bruno se apresentou à polícia em Varginha, onde foi preso e levado para o presídio da cidade. Mais de dois anos depois, no dia 18 de julho de 2019, a Justiça concedeu a Bruno progressão de regime para o semiaberto.

Data de publicação: 20 de Agosto de 2019, 10:03h

10/08/2018

Duelo entre Grêmio e Palmeiras abre quartas de final da Liberta; Galo pega La Equidad, pela Sul-Americana

Dois jogos agitam a rodada na noite desta terça-feira (20) pelos dois torneios mais disputados do continente: a Libertadores e a Sul-Americana.

Créditos: Lucas Uebel

Na Liberta, duelo genuinamente brasileiro e com muitas coisas em comum. Grêmio e Palmeiras fazem o jogo de ida pelas quartas de final. No último fim de semana, as duas equipes se enfrentaram pelo Campeonato Brasileiro, empatando em um a um. A partida deu uma prévia do que deve imperar nos 180 minutos no torneio continental: equilíbrio.

Jogando em casa, o Tricolor Gaúcho segue sonhando com o tetracampeonato da Libertadores. A expectativa é de casa cheia, mais de 46 mil ingresso foram vendidos antecipadamente. O técnico Renato Portaluppi não tem problemas para montar a equipe que deve ir à campo, já que não tem jogadores suspensos ou lesionados. O time que entrou em campo contra o Athletico Paranaense, pela Copa do Brasil, deve ser o mesmo que vai pegar o Palmeiras na noite desta terça.

Depois de poupar jogadores na rodada do fim de semana do Brasileirão, o Verdão, comandando por Luiz Felipe Scolari, também não terá desfalques. A única mudança no time alviverde deve ser a entrada do recém-contratado Luiz Adriano no ataque da equipe.

Os times entram em campo em busca de uma vaga na semifinal da Libertadores às nove e meia da noite, horário de Brasília.

Pelas quartas de final da Sul-Americana, no mesmo horário, o Atlético Mineiro enfrenta a equipe colombiana do La Equidad, no Independência. Poupados no confronto do fim de semana, o volante Jair e o atacante Ricardo Oliveira voltam ao time titular do Galo, assim como o xodó Patric, que cumpriu suspensão no Brasileiro.

Data de publicação: 19 de Agosto de 2019, 09:55h

10/08/2018

BRASILEIRÃO: Dani Alves estreia com gol e São Paulo vence o Ceará

Cruzeiro quebra jejum em cima do líder Santos; Fla aproveita brecha e toma segunda posição

Créditos; Rubens Chiri - SPFC

A 15ª rodada, disputada no fim de semana, foi marcada por muitos gols e mudanças na parte de cima da tabela.

E teve também estreia iluminada. Com o Morumbi lotado, o São Paulo estreou as contratações Daniel Alves e Juanfran diante do Ceará. E coube aos jogadores participarem diretamente do gol da vitória. Aos 39 da primeira etapa, o lateral espanhol cruzou, Raniel ajeitou para Daniel Alves, que se livrou da marcação e marcou o gol da vitória. Final, São Paulo um, Ceará zero. O resultado manteve o time paulista na quista posição, mas fez o Tricolor diminuir a distância para o líder Santos para cinco pontos. O Ceará está na 11ª colocação.

O líder Santos foi até Minas Gerais encarar o Cruzeiro na estreia de Rogério Ceni no comando da Raposa. E o novo treinador contou com a falta de concentração do Peixe em sua primeira partida. Antes do primeiro minuto de jogo, Gustavo Henrique vacilou, Pedro Rocha roubou a bola e foi parado com falta pelo zagueiro santista. Anderson Daronco foi avisado pelo árbitro de vídeo e expulsou o defensor santista. Com um a mais desde o começo da partida, o time celeste martelou e dominou o primeiro tempo, mas só aos 43 foi balançar a rede com gol de Fred, que não marcava há muito tempo.

No segundo tempo, logo no comecinho, Thiago Neves ampliou e pôs fim ao jejum cruzeirense. Final, Cruzeiro dois, Santos zero. A Raposa subiu uma posição e saiu da zona de rebaixamento, agora ocupa a 16ª posição. Apesar da segunda derrota seguida, o Peixe ainda é o líder com dois pontos de vantagem.

Quem mais se beneficiou do tropeço santista foi o Flamengo. Jogando em Brasília contra o Vasco, o Rubro-Negro não perdoou e fez quatro a um em cima do rival Vasco. Com dois de Gabriel, um de Arrascaeta e outro golaço de Bruno Henrique, o Fla decretou sua vitória por quatro a um. Leandro Castán fez o de honra para o Gigante da Colina. Os três pontos deram ao Fla a segunda posição, à frente do Palmeiras, com apenas dois pontos a menos que o Santos. Já o Vasco está em 15º lugar.

Fora de casa, o Verdão não aproveitou o vacilo do primeiro colocado. Jogando em Porto Alegre contra o Grêmio, o Palmeiras saiu na frente com Dudu, mas viu David Braz chutar forte e empatar a prévia do jogo de meio de semana pela Libertadores. Grêmio, 13º colocado, um, Palmeiras em terceiro, também um.
Pela parte de baixo da tabela, a Chapecoense se deu bem no clássico catarinense diante do Avaí. Um a zero para a Chape, que subiu uma posição, mas ainda continua na zona do rebaixamento em 17º lugar. O Avaí é o lanterna do torneio, ainda sem vencer no campeonato.

No Maracanã, o Fluminense deu bobeira e perdeu para o CSA por um a zero. Resultado que colocou o Tricolor das Laranjeiras de novo na zona do rebaixamento, com 12 pontos, na 18ª posição. O CSA tem um ponto a menos e é o 19º na tabela.

Bahia e Goiás empataram em um a um na Arena Fonte Nova. O resultado manteve o Tricolor de Aço na décima posição, enquanto o Esmeraldino pulou para o 12º lugar.

No duelo entre Atlhetico Paranaense e Atlético Mineiro na Arena da Baixada, melhor para os donos da casa. Um a zero para o Furacão em cima do Galo. O time paranaense ganhou três posições e agora é o oitavo colocado, enquanto a equipe mineira se manteve no quarto lugar.

Quem mostrou que quer brigar pelo título é o Corinthians, que jogando em casa bateu o Botafogo por dois a zero. O Timão é o sexto na tabela com os mesmos 27 pontos de São Paulo e Galo, mas fica atrás pela quantidade de gols marcados. O Fogão caiu duas posições e agora ocupa a nona colocação.

Fora de casa, o Internacional venceu o Fortaleza por um a zero. Wellington Silva fez o gol do Colorado, que agora é o sétimo na tabela. O Fortaleza está na 14ª posição.

Pela Série D, Manaus e Brusque fizeram a final da quarta divisão. O jogo terminou empatado em dois a dois. Nos pênaltis, a equipe catarinense se sagrou campeã. Parabéns, Brusque!

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


web rádio impacto futebol clube 90.4

campeonato e competição e aqui !

Peça Sua Música


Anunciantes